Black Friday chegando e nossos dedinhos já começam a coçar por aquele clique irá garantir uma boa compra por um precinho camarada!

A Black Friday  é original dos Estados Unidos. Por lá, o comércio faz uma grande campanha de descontos na sexta após o Dia de Ação de Graças para esvaziar os estoques e se abastecer com os lançamentos para o Natal. Foi copiada pelo comércio eletrônico brasileiro em 2010 e, desde então, cresce em vendas e participação. Em 2018 a Black Friday vai cair no dia 23 de novembro.

Nossa missão, aqui na Eamei, é proporcionar sua melhor experiência de compra, sempre com segurança e transparência. Além disto, garantimos promoções reais, queremos te dar e as melhores dicas para que você faça as escolhas de moda mais acertadas nessa avalanche de descontos!

#1 Se ligue!

Algumas lojas aumentam seus preços em outubro e novembro para parecer que oferecem um grande desconto na Black Friday. Portanto, antes de comprar, faça uma busca na internet e verifique se aquele preço é realmente um desconto ou se foi manipulado para causar essa ilusão.

Comece, desde já, a montar a lista das peças que deseja comprar e monitorar os preços destes itens ao longo das semanas. Alguns sites oferecem a comparação de preços, produtos e serviços gratuitamente. Lance mão desta ferramenta para se garantir.

#2 Nem tudo está em promoção

Lojas virtuais não são obrigadas a aplicar descontos de Black Friday em todos os produtos. Então, se a indicação não estiver clara, tire suas dúvidas por meios de canais de atendimento.

Os da Eamei estão nosso site, Instagram e Facebook.

#3 Proteja-se contra fraudes

Nessa época de grande acesso aumentam o número de tentativas de fraude. Para evita-las, tenha antivírus atualizado, antispyware, firewall e outras ferramentas para evitar que qualquer usuário mal-intencionado tenha acesso a suas informações confidenciais.

Acima de tudo, evite utilizar computadores públicos para as compras, para garantir maior segurança dos seus dados. Lembre-se que é possível comprar por smartphone ou tablet, além do computador convencional.

#4 De olho na troca

Verifique as políticas de troca. Alguns sites não fazem a troca de produtos comprados em promoção, incluindo a Black Friday. Neste caso, avalie se vale mesmo a pena arriscar a compra. Na moda, esteja atenta para os tamanhos e medidas.

Aqui, na Eamei, garantimos sete dias para devolução!

#5 Entrega e contrato

Os prazos de entrega também podem variar para produtos com grandes descontos. Portanto, se a intenção é dar presente em alguma data especial, esteja atento a este detalhe, para ter certeza de que ele vai chegar a tempo.

Além disso, guarde todas as informações e e-mails referentes à compra, como número do pedido, confirmação de pagamento e código de rastreio do envio. O ideal é “printar” as telas de cada etapa.

#6 Organize-se!

Vá organizando, desde já, a relação de lojas e sites onde que pretende pesquisar preços para sua compra. Informe-se sobre a reputação delas na internet, em sites como Reclame Aqui e Procon.

Por certo não se esqueça, também, de verificar se a loja possui conexão de segurança nas páginas em que são informados os dados pessoais do cliente. Geralmente essas páginas são iniciadas por https:// e o cadeado está ativado no ícone visualizado em uma das extremidades da página.

Clique no cadeado e observe se a informação do certificado corresponde ao endereço na barra de navegação do computador.

Segurança é fundamental quando o assunto é compras na internet e a Eamei sabe disto. Como resultado, nosso site possui o código de segurança!

#7 Mais barato, mas não de graça 😉

Fique atenta às formas de pagamento das suas compras na Black Friday. O cartão de crédito é o meio online mais seguro para o cliente: caso não reconheça algum lançamento feito em sua fatura, você tem o direito de realizar a contestação e solicitar o estorno.

Além disso, para que uma loja virtual possa receber pagamentos via cartão, é exigida extensa documentação e protocolos de segurança.

Boletos bancários, por sua vez, podem ser facilmente gerados e direcionados para contas fraudulentas – e, uma vez que o título bancário é pago, o consumidor não conseguirá reaver aquele dinheiro, a menos que entre em uma briga na Justiça.

Em suma: caso um e-commerce não aceite receber pedidos por cartão de crédito, desconfie. Mais importante, o cuidado deve ser redobrado quando o único meio de pagamento disponível é transferência bancária.

#8 Pedindo ajuda

Próximo à data da Black Friday, órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, atualizam uma lista de sites não recomendados para a compra – seja em razão de ter elevado índice de reclamações ou pelo alto risco de fraudes. A mais completa é a do Procon-SP e pode ser acessada aqui.

Resumindo, estes cuidados garantem boas escolhas, e sua segurança, para curtir as melhores ofertas da Black Friday e . Nossos canais de atendimento estão disponíveis para esclarecer quaisquer dúvidas.

Garantimos que, aqui na Eamei, sua experiência de compra sempre será positiva. 😉